Conceito de paradigma




Dez 22, 10 Conceito de paradigma

O conceito paradigma procede do grego paradeigma, que significa “exemplo” ou “modelo”. Inicialmente, era aplicado na gramática (para definir o seu uso num determinado contexto) e na retórica (para se referir a uma parábola ou a uma fábula). A partir da década de 60, começou a ser empregue para definir um modelo ou um padrão em qualquer disciplina científica ou contexto epistemológico.

O filósofo e físico norte-americano Thomas Kuhn foi o responsável pela actualização do termo e por lhe atribuir um significado contemporâneo, ao adaptá-lo para se referir ao conjunto de práticas que definem uma disciplina científica durante um período específico de tempo.

Desta forma, um paradigma científico estabelece aquilo que se deve observar; o tipo de interrogações que se deve formular para encontrar as respostas relativamente ao objectivo; como devem ser estruturadas essas interrogações; e como devem ser interpretados os resultados da investigação científica.

Quando um paradigma já não pode satisfazer as necessidades de uma ciência (por exemplo, perante novos descobrimentos que invalidam conhecimentos prévios), é sucedido por outro. Diz-se que uma mudança de paradigma é algo dramático para a ciência, já que é suposto esta ser estável e sensata.

Nas ciências sociais, o paradigma encontra-se relacionado com o conceito de Weltanschauung (visão de mundo). O termo é usado para descrever o conjunto de experiências, crenças e valores que incidem sobre a forma segundo a qual um indivíduo percepciona a realidade e na sua forma de resposta. Significa que um paradigma é igualmente a forma segundo a qual o mundo é assimilado.