Conceito de parentesco




Jul 25, 12 Conceito de parentesco

O parentesco é o vínculo por consanguinidade, adopção, aliança (através do casamento), afinidade ou qualquer relação estável de afectividade. Trata-se, portanto, de vínculos podendo ser ou não biológicos e que se organizam de acordo com linhas que permitem medir/qualificar diversos graus de parentesco.

Duas pessoas podem estar emparentadas de três formas básicas: por consanguinidade, por afinidade ou por adopção. O parentesco por consanguinidade estabelece-se através de um vínculo de sangue, quando existe pelo menos um ascendente em comum. A proximidade deste parentesco mede-se de acordo com o número de gerações que separam ambos os pais.

A linha de parentesco consanguíneo pode ser directa (a série de graus que existe entre as pessoas que descendem uma da outra) ou colateral (a série de graus que existe entre as pessoas com um ascendente comum, mas que não descendem uma da outra. Por exemplo: irmãos, primos).

A linha directa de parentesco consanguíneo pode ser ascendente (cada uma das pessoas relativamente a quem descendem de forma directa: bisavô-avô-pai) ou descendente (vincula o antepassado com quem descendem de forma directa e sucessiva: tetraneto-bisneto-neto).

O parentesco por afinidade é aquele que tem lugar entre o cônjuge e os parentes consanguíneos do outro ou entre uma pessoa e os cônjuges dos seus parentes consanguíneos.

O parentesco por adopção ou parentesco civil é aquele que existe entre o adoptante e o adoptado e entre o adoptado e a família do adoptante.

A união ou o elo que existe entre as coisas também se pode considerar parentesco: “O futebol e o rugby têm um certo parentesco”.