Conceito de passageiro


Fev 19, 15

Passageiro é um adjectivo que se usa de diversas maneiras. Pode-se tratar do termo que se refere a uma pessoa que realiza uma viagem em algum tipo de meio de transporte, sem ser quem o conduz e sem fazer parte da tripulação.

Exemplos: “Colidiu um avião de longa distância: dois passageiros ficaram feridos”, “O avião irá transladar trezentos passageiros da Cidade do Cabo até Londres”, “O capitão recusou-se a zarpar pelo facto de haver a bordo mais passageiros do que o permitido”.

Um passageiro, em geral, deve comprar uma passagem (um bilhete) para viajar num transporte público, seja para andar de camioneta, de autocarro ou no metro; de comboio, de avião, de barco ou de táxi (neste caso, a viagem é paga no final do percurso). A passagem, igualmente chamada bilhete ou passe, dá diversos direitos ao passageiro (a permanência no transporte durante o trajecto, um seguro em caso de acidente, etc.).

Os turistas costumam ser passageiros no começo e no final das suas férias, já que, para chegarem ao destino escolhido, é provável que tenham de se deslocar num veículo.

Algo passageiro, por outro lado, é aquilo que tem escassa duração. O passageiro é algo efémero, ao passo que o contrário é o que é extenso ou permanente: “Não te preocupes, é só algo passageiro: amanhã, vais sentir-te melhor”, “Pensei que a zanga da Maria fosse passageira, mas continua sem falar comigo há já dois meses”, “Depois de uma ferida passageira, o tenista recuperou o controlo da partida e conseguiu despachar o jogador convidado sem grandes dificuldades”.