Conceito de pecuniário


Fev 25, 15

Pecuniário é uma noção com origem em pecuniarĭus, um termo latino. Trata-se de um adjectivo que costuma designar aquilo que é referente ao dinheiro líquido, isto é, em efectivo (notas e moedas de disponibilidade imediata).

Exemplos: “Só aceitamos pagamentos pecuniários: nada de trocas”, “Não me interessam os reconhecimentos simbólicos, pois prefiro os galardões pecuniários que me permitam pagar as contas”, “A colaboração pecuniária dos vizinhos é indispensável para que se possam realizar as obras”.

O adjectivo pecuniário, por conseguinte, está associado ao dinheiro. Suponhamos que as autoridades de um clube desejam aproveitar um terreno descampado para construir uma corte de ténis. Antes de confirmar o desenvolvimento do projecto, analisam diversas questões, como as condições do terreno e o aproveitamento potencial da infra-estrutura. Neste estudo, posto isto, uma das chaves será o assunto pecuniário (quanto custarão as obras).

Uma pena pecuniária, por outro lado, é uma sanção que obriga o castigado a desembolsar uma certa quantia de dinheiro. Se uma pessoa estacionar o seu veículo num lugar onde não é permitido, um agente da polícia ou da brigada de trânsito pode impor uma multa que consiste no pagamento de duzentos euros. Essa multa, por conseguinte, é um castigo pecuniário.

Num sentido similar, uma determinada acção pode causar um dano pecuniário contra uma pessoa, uma empresa ou uma organização. Isso acontece se um grupo ambientalista fomenta um boicote contra uma empresa que contamina um rio com os seus processos produtivos: a intenção será provocar problemas económicos para que cesse a sua actividade.