Conceito de percepção




Jan 12, 11 Conceito de percepção

O conceito de percepção deriva do termo latino perceptĭo e refere-se à acção e ao efeito de perceber ou percepcionar (receber através de um dos sentidos as imagens, impressões ou sensações externas, ou compreender e conhecer algo).

A percepção pode fazer referência a um conhecimento, a uma ideia ou à sensação interior que resulta de uma impressão material feita nos nossos sentidos.

Na óptica da psicologia, a percepção é a função que permite ao organismo receber, elaborar e interpretar a informação que chega do meio circundante através dos sentidos.

A percepção começou a ser estudada no século XIX. Os primeiros modelos que relacionavam a magnitude de um estímulo físico com a magnitude do evento percepcionado possibilitaram o surgimento da psicofísica.

Os especialistas asseguram que a percepção é o primeiro processo cognoscitivo, que permite ao sujeito de captar a informação do meio envolvente através da energia que chega aos sistemas sensoriais.

O processo da percepção é de carácter inferencial e construtivo: a representação interna daquilo que acontece no exterior surge sob a forma de uma hipótese. A informação que chega aos receptores é analisada paulatinamente, da mesma forma que a informação proveniente da memória e que contribui para a interpretação e a formação da representação.

É através da percepção que a informação é processada e que se consegue formar a ideia de um só objecto, o que significa que é possível sentir diferentes qualidades com base no mesmo objecto e uni-las por intermédio da percepção para determinar que é um único objecto.