Conceito de percepção social




Nov 07, 11 Conceito de percepção social

A percepção social é o estudo das influências sociais sobre a percepção. Há que ter em conta que as mesmas qualidades podem produzir impressões diferentes, pelo facto de interagirem entre si de forma dinâmica.

As impressões contam com uma certa estrutura, onde há qualidades centrais e qualidades periféricas. Cada parte forma um todo; omitir ou acrescentar uma qualidade altera a percepção global.

No caso da percepção de pessoas, aparecem diversos factores que influenciam na percepção: as expectativas que se tem de uma pessoa com quem se vai interagir, as motivações (que fazem que o homem que percepcione veja no outro aquilo que deseja ver), as metas (influenciam no processamento da informação), a familiaridade e a experiência.

Existem diversos efeitos que alteram a percepção social. Dependendo do valor do estímulo, pode ocorrer a acentuação perceptiva (quando o valor de um estímulo é grande, este é percepcionado como sendo maior do que realmente é) ou ainda o efeito Halo (se uma pessoa é vista de forma positiva em algum das suas características, tenderá a distorcer a percepção que tem de si e a ver-se de forma positiva noutras características).

De acordo com o significado emotivo do estímulo, pode provocar-se a defesa perceptiva (perante estímulos ameaçadores) ou a perspicácia perceptiva (perante estímulos que possam satisfazer uma necessidade ou trazer algum benefício).

O estereótipo (a atribuição/associação de atributos em função da identidade grupal), o preconceito (a forma individual de estabelecer julgamentos sobre pessoas ou coisas, que se afastam da percepção social comum) e a projecção (o efeito das próprias emoções ao avaliar pessoas ou situações) também são efeitos alteradores da percepção.