Conceito de perfusão


Nov 21, 14

Perfusão refere-se à acção que consiste em fazer com que um líquido entre de forma lenta mas sustentada no organismo. A substância a introduzir pode ser soro, sangue ou um antibiótico, só para mencionar algumas possibilidades, que se injecta dentro das veias.

Para a medicina, por conseguinte, a perfusão é a administração de certas substâncias para um sistema, um aparelho, um tecido ou um órgão. Pode-se tratar da circulação de sangue (natural ou promovida artificialmente) ou da provisão intravenosa de fármacos.

A partir desta ideia principal, foram desenvolvidos diversos conceitos médicos. A perfusão miocárdica, por exemplo, é a análise clínica que se leva a cabo a partir da injecção de rádiofármacos no paciente. Parte destas substâncias aloja-se no miocárdio e aderem às mitocôndrias, o que permite estudar como decorre a irrigação sanguínea e detectar eventuais problemas coronários.

A ideia de relação ventilação-perfusão, por outro lado, usa-se para expressar o vínculo entre la ventilação pulmonar (V) e o fluxo circulatório (Q) dos pulmões. A relação considerada normal é entre 0,8 e 1 V/Q por minuto. Uma embolia pode fazer com que esta relação aumente, ao passo que a falta de oxigénio provoca o efeito contrário.

O fluxo sanguíneo que chega ao cérebro, por fim, recebe o nome de perfusão cerebral. A pressão que produz esta perfusão tem de se manter dentro de uma margem específica, caso contrário, a pessoa pode sofrer diversos transtornos (como uma isquemia).