Conceito de planície




Dez 21, 10 Conceito de planície

Uma planície é um campo ou um terreno sem altos e baixos. Trata-se, portanto, de uma superfície plana que se caracteriza pela sua igualdade.

Entende-se por planície (ou planura) toda e qualquer área geográfica plana ou cuja ondulação seja inferior a 150 metros de altura em relação ao nível do mar. Se apresentasse uma maior elevação, então estaríamos perante uma meseta.

As planícies constituem aproximadamente 55% da superfície continental. De qualquer forma, também aparecem no solo oceânico como planície abissal ou plataforma. No caso das planícies da superfície terrestre, a sua origem provém das antigas rochas que eram parte dos interiores estáveis dos continentes. As planícies são o resultado de milhões de anos de erosão.

Existem vários tipos de planícies, como as pediplanícies, as peneplanícies, as planícies de corrosão, as panplanícies, as plataformas litorais e as superfícies de crioaplanação.

As pediplanícies são superfícies que surgem a partir do retrocesso de escarpas e da pedimentação (a formação de plataformas côncavas com declives suaves junto ao sopé de relevos importantes). Por sua vez, as peneplanícies são superfícies que praticamente não apresentam acidentes topográficos.

As planícies de corrosão derivam de outras planícies pré-existentes, resultando de processos de meteorização química e do desmantelamento do material erosionado. As panplanícies abarcam as superfícies planas que aparecem como consequência da união de planícies aluviais, ao passo que as plataformas litorais são aquelas que são formadas pela acção erosiva do fluxo das ondas.

Por último, as superfícies de crioplanação são desenvolvidas com a deposição de sedimentos meteorizados em zonas de depressão.