Conceito de plano de contas




Out 08, 11 Conceito de plano de contas

O plano de contas é uma lista que apresenta as contas necessárias para registar os eventos económicos e financeiros. Trata-se de uma ordenação sistemática de todas as contas que fazem parte do chamado Plano Oficial de Contas (ou POC).

Para facilitar a identificação de cada uma das contas e sub-contas, o plano de contas costuma ser codificado. Este processo implica a afectação de um símbolo, podendo ser um número, uma letra ou a combinação de ambos, a cada uma das contas.

O sistema mnemotécnico mais usual para codificar o plano de contas é a numeração decimal, que permite agrupamentos ilimitados e facilita a tarefa de juntar e intercalar novas contas. Por exemplo: 1 Activo, 1.1 Activo corrente, 1.2 Activo não corrente, 1.1.1 Caixa e Depósitos, 1.1.2 Investimentos correntes.

Em geral, o plano de contas é complementado com um manual de contas, que contém as instruções necessárias para a utilização das contas que fazem parte do POC.

O plano de contas confere uma estrutura básica à organização do Plano Oficial de Contas, pelo que é considerado como um meio de obter informação de forma simples. O plano de contas deve obedecer a vários requisitos, dos quais citaremos a homogeneidade, a integridade (deve apresentar todas as contas necessárias), a sistematicidade (deve seguir uma determinada ordem) e a flexibilidade (deve permitir que sejam introduzidas novas contas).

Por outro lado, é importante, na hora de elaborar um plano de contas, recorrer a terminologia clara para denominar cada conta, partindo do geral para o particular.