Conceito de pluralismo




Mai 22, 12 Conceito de pluralismo

O pluralismo é um conceito que tem aplicações em diversos âmbitos e que está associado à pluralidade e à convivência de coisas bastante diferentes umas das outras. Um sistema plural é aquele que aceita, reconhece e tolera a existência de diferentes posições, opiniões ou pensamentos.

Na esfera da política, o pluralismo implica a participação de vários grupos sociais na vida democrática. Isto quer dizer que o pluralismo valoriza e, inclusive, promove que os sectores com diferentes ideologias façam parte dos processos eleitorais ou da tomada de decisões de um governo, por exemplo.

A heterogeneidade social, cultural, ideológica, religiosa e étnica é protegida pelo pluralismo. Um governo pluralista, neste sentido, não exerce a representação monopólica de um só sector social, pois constrói antes o seu poder em torno do diálogo e do debate. A ideia consiste portanto em ampliar a base do poder.

Na filosofia, o pluralismo é uma posição metafísica que considera que a totalidade do mundo é composta por realidades independentes e interrelacionadas. Esta posição distingue-se do monismo, que sustenta que a realidade é uma só.

O pluralismo teológico é a noção segundo a qual todas as religiões são caminhos úteis para chegar a Deus. O cristianismo, o judaísmo e as restantes religiões predominantes do mundo ocidental consideram que Deus é um só apesar dos vários nomes que lhe possam ser atribuídos e de se venerado de maneiras diferentes. Cada religião, de qualquer forma, costuma considerar-se como sendo a forma válida de estar perto de Deus.