Conceito de polipneia


Jun 14, 15

Polipneia é um termo que é usado na medicina para designar i incremento da profundidade e da frequência da respiração. É frequente que a polipneia se detecte na presença de um problema ao nível dos pulmões ou por causa da irrupção de um estado febril. Aliás, em alguns casos, a polipneia surge como uma reacção adversa perante certos medicamentos.

A polipneia pode relacionar-se com alterações da frequência respiratória. Fala-se de taquipneia, por exemplo, quando a pessoa respira de forma acelerada, superando as vinte inspirações por minuto. Pode-se considerar taquipneia uma respiração superficial e acelerada.

A hiperpneia, contudo, desenvolve-se quando se incrementa em excesso a quantidade de ar que se ventila, sempre que se compare com os valores de uma respiração normal. Quando um indivíduo realiza uma actividade intensa, é provável que apareça hiperpneia.

Pode-se dizer, a partir destas definições, que a polipneia é uma combinação da taquipneia e da hiperpneia. O sujeito não só respirará mais rapidamente do que o normal, como também inspirará e exalará/expirará com maior profundidade.

Um quadro (clínico) muito sério de polipneia constitui a denominada respiração de Kussmaul, que é provocada por um agravamento da diabetes. Esta classe de respiração foi assinalada pelo Alemão Adolph Kussmaul em 1874 ao estudar os sinais de pessoas que sofriam cetoacidose diabética ou um coma diabético.