Conceito de ponta


Out 25, 15

Puncta é um termo latino que chegou à nossa língua sobe a designação de ponta. O conceito admite vários usos, em geral associado à extremidade de alguma coisa. Exemplos: “Quando faz muito frio, fico com a ponta do nariz vermelha”, “O pequeno aleijou a cabeça na ponta da mesa e queixou-se”, “O director da escola, de forma silenciosa, observava a cena da outra ponta da sala de jantar”.

Para a geografia, uma ponta é uma extensão de terra que entre num oceano. Este acidente geográfico também costuma ser chamado de cabo. Ponta Médanos, na província de Buenos Aires (Argentina), é um exemplo de ponta em termos geográficos. Este lugar constitui o sítio mais oriental da costa da Argentina.

Outra ponta sul-americana é Ponta Ballena, em Maldonado (Uruguai). Encontra-se a menos de vinte quilómetros da cidade de Ponta do Este, juntando-se o seu circuito turístico. Em Portugal insular, cabe mencionar Ponta Delgada do arquipélago dos Açores.

Ponta, por outro lado, pode ser a extremidade de uma ferramenta ou de uma arma, que pode ser usada para fazer buracos ou causar uma ferida: “O ladrão espetou com a ponta da faca na perna esquerda e desatou logo a gritar”, “Já experimentaste tirar o prego com a ponta do desaparafusador?”, “A ponta do punhal embateu contra o escudo de ferro e quebrou.

A noção também é usada relativamente a algo vanguardista ou novo: “Inaugurámos um hospital com tecnologia de ponta”.