Conceito de priapismo


Jul 04, 15

Priapismo é um conceito que procede do latim priapismus, mas cujos antecedentes etimológicos mais distantes/remotos se encontram no idioma grego. A mitologia da Antiga Grécia contava com um deus da fertilidade, representado com um pénis de grande tamanho em estado de erecção: esse deus era chamado Priapo.

O priapismo é uma perturbação de saúde que podem sofrer os homens e que consiste numa erecção persistente e, em geral, dolorosa do pénis, sem que haja estimulação sexual.

Devido ao priapismo, o pénis encontra-se erecto e não recupera a flacidez que deve ter em estado de repouso. Apesar de o pénis estar duro, a glande mantém-se mole, o que implica que a erecção envolve os corpos cavernosos e não os tecidos esponjosos.

A medicina descreveu dois tipos de priapismo. Por um lado, o priapismo venoso que se produz por uma deficiência na drenagem sanguínea dos corpos cavernosos, originado por problemas hematológicos. O priapismo arterial, porém, tem lugar quando existe excesso de sangue arterial nesses corpos, provocado por um trauma. Em qualquer um dos casos, o priapismo exige atenção médica urgente, já que pode derivar numa disfunção sexual completa e irreversível.

Em muitos casos, a origem do priapismo não se pode determinar. É provável que seja um efeito pouco frequente de um tumor, uma inflamação na uretra ou um trastorno na médula espinal. O tratamento médico do priapismo pode incluir desde a aplicação de gelo na zona até o fornecia de fármacos, passando por massagens prostáticas.