Conceito de protecção




Dez 08, 12 Conceito de protecção

Protecção, do latim protectĭo, é a acção e o efeito de proteger (resguardar, defender ou amparar algo ou alguém). A protecção é um cuidado preventivo perante eventuais riscos ou problemas.

Por exemplo: “Uma mãe deve sempre dar protecção ao seu filho”, “A mulher ameaçada pediu protecção policial”, “Se tiveres relações sexuais com alguma parceira ocasional, não te esqueças de usar protecção”.

A protecção pode ser física (concreta) ou simbólica (abstracta). No primeiro caso, há que fazer referência ao equipamento para a protecção individual como capacetes, máscaras, óculos, tampões para os ouvidos, coletes e luvas que se utilizam em certos trabalhos ou perante um clima mais rigoroso: “Na empresa, deram-me botas especiais como protecção, para o caso de alguma caixa vir a cair em cima dos meus pés”, “Para escalar montanhas nevadas recomenda-se o uso de óculos de sol como protecção devido ao reflexo dos raios”.

A protecção mais abstracta, por sua vez, é estabelecida por um marco legal ou normativo. Neste sentido, a protecção dos consumidores diz respeito aos mecanismos existentes para garantir o respeito dos direitos de compradores e utilizadores.

Noutro sentido, a protecção pode ser activa ou passiva. Os edifícios implementam uma série de medidas em jeito de protecção e de segurança contra eventuais incêndios. Essas medidas são passivas (como a instalação de escadas para facilitar a saída ou a construção de corredores amplos que evitem a perda de tempo) e activas (a disponibilidade de extintores de incêndios).

A protecção de dados, por fim, é o sistema legal ou informático que garante a confidencialidade dos dados pessoais quando estes estão ao alcance de organizações, empresas ou administrações públicas, ou quando circulam na Internet.