Conceito de psicologia social




Fev 17, 12 Conceito de psicologia social

A psicologia social começou a desenvolver-se em inícios do século XX nos Estados Unidos da América. Trata-se de um ramo da psicologia que parte do princípio de que existem processos psicológicos que determinam a forma como funciona a sociedade e a forma mediante a qual tem lugar a interacção social. Estes processos sociais são os que determinam as características da psicologia humana.

A psicologia social estuda a determinação mútua entre o indivíduo e o seu meio social. Posto isto, esta ciência analisa os aspectos sociais do comportamento e do funcionamento mental.

Pode-se mencionar várias abordagens dentro da psicologia social, como a psicanálise, o condutismo, a psicologia pós-moderna e a perspectiva dos grupos.

A psicanálise entende a psicologia social como sendo o estudo das pulsões e das repressões colectivas, que se originam no interior do inconsciente individual para influir no colectivo e no social.

O condutismo considera a psicologia social como sendo o estudo da influência social, pelo que centra os seus esforços no comportamento do individuo relativamente à influência do ambiente ou de outros.

Para a psicologia pós-moderna, a psicologia social consiste na análise dos componentes que formam a diversidade e a fragmentação social.

Por fim, no que diz respeito à perspectiva dos grupos, cada conjunto de pessoas é uma unidade de análise com identidade própria. Portanto, a psicologia social estuda os grupos humanos como um ponto intermédio entre o social-despersonalizado e o individual-particular.