Conceito de química




Nov 01, 11 Conceito de química

Do egípcio kēme (“terra”), a química é a ciência que se dedica ao estudo da composição, da estrutura e das propriedades da matéria, bem como as alterações sofridas durante as chamadas reacções químicas. Considera-se que a química moderna é a evolução da alquimia.

Existem diversos ramos dentro da própria química, que se agrupam segundo o tipo de estudo que realizam ou a classe de matéria que estudam. Podemos mencionar a química orgânica, a química inorgânica, a bioquímica (dedicada ao estudo de substâncias em organismos biológicos), a físico-química (analisa os aspectos energéticos dos sistemas químicos), a química analítica e a neuroquímica, entre outras.

A química pertence às ciências básicas, uma vez que faculta conhecimentos a numerosas áreas (como a biologia, a medicina, a farmácia, a geologia, a astronomia e a engenharia). Os processos naturais que estuda envolvem partículas fundamentais (electrões, protões e neutrões), partículas compostas (núcleos atómicos, átomos e moléculas) e estruturas microscópicas (cristais/vidro, superfícies).

De acordo com a história, as primeiras experiências do homem na química surgiram com a utilização do fogo para transformar a matéria. Por exemplo, passou-se a obter ferro a partir do mineral, e vidro a partir da areia. O homem constatou que certas substâncias tinham um poder de transformação: por isso, começou a procurar uma substância que o permitisse transformar o metal em ouro. Este foi portanto o primeiro passo que deu origem ao desenvolvimento da alquimia, uma disciplina-chave para o surgimento da química moderna.

Convém destacar que a química é uma ciência empírica, que recorre ao método científico para realizar as suas descobertas através da observação, da experimentação e da quantificação.