Conceito de represália


Set 09, 14

Do latim repraesaliae, uma represália é uma resposta de castigo a algum tipo de agressão. Quem impõe ou aplica a represália procura obter uma satisfação pelo dano recebido.

Exemplos: “Os seus insultos magoaram-me, mas não te vou dar nenhuma represália”, “A represália foi duríssima e incluiu ataques com pedras e paus”, “Em represália às palavras do cantor, os fregueses queimaram os seus discos na praça municipal”.

Peguemos no caso de um conflito entre vizinhos. Um homem queixa-se porque, na casa ao lado, há um cão que ladra durante todo o dia. Esta pessoa tenta falar e explicar aos donos o incómodo que lhe causam os latidos, mas os vizinhos não lhe dão razão. O homem prejudicado, por conseguinte, decide ouvir música bem alta durante a madrugada, como forma de represália aos danos ocasionados pelos seus vizinhos.

As represálias também ocorrem no âmbito das relações internacionais. Por norma, uma represália é uma medida adoptada por um Estado contra outro para responder aos actos adversos deste mas sem chegar à ruptura das relações diplomáticas. Ao longo da história, no entanto, tem-se vindo a registar todo o tipo de represálias que se encontram fora de qualquer marco legal, como bombardeios à população civil em resposta a actos terroristas.

Podemos considerar uma situação deste tipo quando um governo acusa outro de dar apoio a um grupo guerrilheiro. Apesar da negativa dos líderes da outra nação, os dirigentes do país que se sente afectado pela atitude do outro decidem interromper a troca comercial sob a forma de represália.