Conceito de resíduo tóxico




Ago 05, 13 Conceito de resíduo tóxico

Um resíduo é um dejecto produzido pelo homem ou um material que deixa de ter utilidade depois de ter sido usado para um trabalho ou de ter cumprido com a sua missão. Posto isto, os resíduos devem ser eliminados ou reciclados para poderem ser reutilizados.

Por tóxico entende-se tudo aquilo que possa contaminar e que é perigoso ou nocivo para a saúde. Esse perigo, embora possa não ser físico, pode ser prejudicial através do contacto com o ar (respirando, por exemplo).

Os resíduos tóxicos são, por isso, perigosos devido às suas propriedades intrínsecas que põem em risco a saúde das pessoas ou que podem causar danos ao meio ambiente. Entre as propriedades que tornam um resíduo perigoso destacam-se a inflamabilidade, a toxicidade, a corrosividade, a reactividade e a radioactividade.

A maior parte dos resíduos perigosos é proveniente das indústrias ou dos hospitais, embora também se possa produzir este tipo de resíduos nos domicílios residenciais. Existem leis e normas que obrigam os responsáveis dos resíduos perigosos a dar-lhes um tratamento especial, já que não podem ser atirados para a lixeira comum.

Um dos processos mais habituais para o tratamento dos resíduos perigosos/tóxicos é a inertização e consiste em minimizar o potencial risco do resíduo não recuperável até à sua disposição final.

Se uma indústria desobedecer a estas normas e tenta livrar-se dos seus resíduos perigosos ou tóxicos de outra forma (jogando-os num rio, por exemplo), existe um grande risco de contaminação e de prejuízos.