Conceito de ruído




Jun 29, 13 Conceito de ruído

Do latim rugĭtus, um ruído é um som inarticulado que é desagradável. Exemplos: “O ruído do trânsito está-me a deixar louco!”, “Dói-me a cabeça por causa do ruído que produzem as máquinas da fábrica”, “A Maria José não dormiu em toda a noite devido ao ruído que fizeram os vizinhos do andar de cima”.

Para a física, o ruído é uma perturbação eléctrica que interfere na transmissão ou no processamento dos sinais. A agitação térmica das moléculas do material que forma os condutores ou o movimento desordenado dos electrões e de outros portadores de corrente são algumas das causas do ruído.

Segundo a teoria da comunicação e a semiologia, o ruído é uma interferência que afecta o processo comunicativo. Neste sentido, o ruído pode ser a afonia do falante, uma letra pouco clara ou a distorção da imagem de um vídeo, entre outros factores que dificultam a compreensão da mensagem.

Na linguagem corrente, fala-se de ruído para fazer referência à repercussão pública de um acontecimento ou o espalhafato em coisas que, na realidade, não têm grande importância: “As palavras do chanceler produziram muito ruído no país vizinho”, “A conferência de impressa que deu o treinador foi mais ruído do que outra coisa, uma vez que não esclareceu os motivos da sua demissão”, “O lançamento do disco provocou ruído no universo do rock”, “Estou farto das declarações altissonantes que fazem tanto ruído: quero que retomem as vossas actividades e encerrem este assunto uma vez por todas”.