Conceito de ruminante


Fev 14, 16

Ruminante é o adjectivo que é utilizado para qualificar a espécie que rumina. O verbo ruminar, por sua vez, refere-se à acção de fazer com que um alimento regresse à boca para ser mastigado pela segunda vez, logo depois de ter sido depositado numa certa cavidade.

Os ruminantes, deste modo, constituem um grupo de animais que tem a característica de ruminar. Estes animais regurgitam o alimento quando está semi-digerido para o voltar a mastigar.

As vacas, as cabras, as ovelhas, os veados, os búfalos, os cervos e os bisontes são ruminantes. Trata-se de seres cujo aparelho digestivo está dividido em diferentes cavidades. Por isso se diz que os ruminantes têm quatro estômagos embora na realidade sejam quatro compartimentos ou divisões.

A primeira cavidade chama-se rúmen. Neste sector, diversos microrganismos descompõem o alimento em componentes mais reduzidas para que a digestão possa ter lugar.

O alimento já decomposto é portanto regurgitado desde o rúmen e regressa à boca através do esófago. O ruminante volta a mastigar a comida para a engolir novamente, mas desta vez passa para o retículo. Nesta segunda cavidade o alimento avança na sua fermentação.

O percurso do alimento continua até ao omaso, a terceira cavidade do estômago de um ruminante. Neste sector o alimento continua a decompor-se e a ficar reduzido enquanto o animal absorve nutrientes e separa dejectos. Finalmente a comida chega ao abomaso, que é a quarta e última cavidade que participa no processo digestivo dos ruminantes.