Conceito de sapato


Mar 13, 17

Sapato é um termo que provém de zabata, sendo este um vocábulo da língua turca. Um sapato é uma peça de calçado que protege o pé, conferindo comodidade e conforto à pessoa na hora de levar a cabo diferentes acções (caminhar, correr, saltar, etc.).

Os sapatos dispõem de uma sola e de uma estrutura de couro, borracha ou outro material que chega até ao tornozelo. Deve-se enfiar o pé no sapato de maneira a que a planta do pé fique localizada mesma acima da sola. Em geral, os sapatos dispõem de cordões que permitem um ajuste preciso aos pés.

Com o passar dos anos, os sapatos foram evoluindo bastante o seu aspecto e a sua finalidade. Originalmente, um sapato era uma espécie de bolsa de couro que protegia os pés para que a pessoa não se magoasse ao caminhar e pisar determinadas superfícies. Além do mais, conferia abrigo, o que já não acontecia com as sandálias.

Neste sentido, recordem que o primeiro sapato que se conhece como tal data do ano 1.600 a.C. Foi utilizado na Babilónia e era uma espécie de mocassim de couro que se apertava com cordões.

Hoje em dia, os sapatos preenchem essas funções básicas (protecção e abrigo), como também reflectem um estatuto social. Os sujeitos que ocupam uma posição de poder e desejam manifestá-la, calçam sapatos bastante dispendiosos, cuja qualidade se nota à primeira vista. Os sapatos, por outro lado, são usados em contextos formais, acompanhados por certas calças, camisas e carteiros.

Enquanto os sapatos de homem cobrem quase todo o pé, já os de senhora deixam mais o pé a descoberto. Outra diferença importante é que os sapatos femininos costumam ter tacão na zona do calcanhar, fazendo a mulher parecer mais alta.
Na hora de escolher um sapato adequado, deve-se sempre ter em conta várias recomendações:

-Que seja apropriado para o uso que se lhe for a dar e o lugar onde se for usar.
-Que se adapte ao pé.
-Que seja suave e transpirável.