Conceito de sector secundário


Jun 29, 16

O termo sector admite diversas acepções. Se nos focarmos no âmbito da economia, dá-se o nome de sector a cada conjunto de actividades produtivas ou comerciais: sector automóvel, sector financeiro, etc.

Os diferentes sectores, por outro lado, podem agrupar-se em três grandes sectores que englobam todas as actividades económicas. Deste modo, é possível falar de sector primário, sector secundário e sector terciário.

O sector secundário é aquele que é dedicado à transformação das matérias-primas que obtém o sector primário. Isto é: se o sector primário se limita a obter de maneira directa os recursos da natureza, o sector secundário recorre a procedimentos industriais para transformar esses recursos.

Peguemos no caso de uma empresa dedicada à produção de marmeladas, conservas, geleias e doces de fruta. Aqueles que se limitam a plantar e apanhar as frutas realizam a sua actividade no âmbito do sector primário da economia. A empresa do nosso exemplo adquire essas frutas, submete-as a diferentes processos, adiciona-lhes diversas substâncias (conservantes, colorantes, aromatizantes, etc.) e, desta forma, elabora os seus produtos. Todas estas actividades desenvolvidas pela empresa que produz as marmeladas e as conservas fazem que a firma seja incluída no sector secundário.

O carpinteiro que fabrica mesas e cadeiras de madeira também pode ser incluído no sector secundário da economia. Isto deve-se a que a matéria-prima (a madeira) que recebe do sector primário é modificada pelo mesmo, que se encarrega de a cortar, envernizar e pintar para construir os seus móveis.