Conceito de semiologia




Nov 07, 11 Conceito de semiologia

A semiologia é uma ciência que estuda todos os sistemas de signos na vida social. O termo tende a ser usado como sinónimo de semiótica embora os especialistas façam algumas distinções entre ambos.

Pode-se dizer que a semiologia trata de todos os estudos relacionados com a análise dos signos, quer linguísticos (vinculados à semântica e à escrita) quer semióticos (signos humanos e da natureza).

O Suíço Ferdinand de Saussure (1857-1913) foi um dos principais teóricos do signo linguístico, ao defini-lo como a associação mais importante na comunicação humana. Para Saussure, o signo é formado por um significante (uma imagem acústica) e um significado (a ideia principal que temos em mente em ralação a uma qualquer palavra).

O Americano Charles Peirce (1839-1914), por sua vez, definiu o signo como sendo uma entidade de três faces, com um significante (o suporte material), um significado (a imagem mental) e um referente (o objecto real ou imaginário ao qual o signo faz alusão).

De acordo com a semiologia, o signo linguístico tem quatro características fundamentais, que são a arbitrariedade, a linearidade, a imutabilidade e a mutabilidade.

Entre os ramos da semiologia, destacaremos a semiologia médica (na medicina, o estudo dos signos através dos quais se manifesta uma doença), a zoossemiótica (a troca de sinais entre animais/comunicação animal), a semiótica cultural (o estudo dos sistemas de significação criados por uma cultura) e a semiótica visual (o estudo dos níveis de leitura de obras de arte com base em diversas técnicas ou disciplinas).