Conceito de senso comum




Nov 11, 12 Conceito de senso comum

O senso comum é todo um conjunto de conhecimentos e de crenças partilhados por uma comunidade e considerados prudentes, lógicos ou válidos. Trata-se da capacidade natural de julgar os acontecimentos e os eventos de forma razoável.

Por exemplo: uma pessoa precisa de se deslocar de sua casa até à casa de um amigo, que fica a dez quilómetros de distância. Para chegar ao seu destino, tem dois caminhos possíveis, um dos quais atravessa uma zona perigosa onde os assaltos são frequentes. O senso comum indica que o sujeito deveria optar pelo outro caminho.

Este senso tende a ser mencionado como uma capacidade natural das pessoas, que não requere qualquer estudo nem investigações teóricas, mas que surge na vida quotidiana com base nas experiências vividas e nas relações sociais.

A dinâmica do senso comum implica conhecer as qualidades captadas pelos sentidos externos e compará-las de acordo com as experiências anteriores. Esse processo é realizado por este sentido interno e configura a percepção.

Vejamos outro exemplo: um indivíduo precisa de chegar ao seu local de trabalho em menos de vinte minutos. Desde o lugar onde se encontra, o comboio demora meia hora a lá chegar. O senso comum leva a pessoa a optar por um meio de transporte mais veloz para não chegar atrasado ao trabalho. Um táxi poderia ser uma boa opção. Contudo, o homem em questão deverá ter em conta outros detalhes, como o custo da viagem: se o dinheiro investido para apanhar o táxi for mais do que aquele que ganha por um dia de trabalho, o senso comum mostra que mais vale optar por um transporte mais em conta mesmo que isso implique chegar mais em cima da hora.