Conceito de sentido


Abr 30, 13

Sentido é um conceito com vários usos e significados. Trata-se, por um lado, do processo fisiológico de recepção e reconhecimentos dos estímulos que se produz através da visão, da audição, do tacto, do paladar ou do olfacto. Exemplos: “Não te preocupes se não sabes cozinhar: o meu sentido do gosto não é assim tão sofisticado”, “O meu sentido da visão impede-me de comprar um quadro tão feio”, “Um acidente levou o famoso artista a perder o sentido auditivo aos cinco anos de idade”.

Esse processo fisiológico também se pode produzir a partir da situação do próprio corpo: “Depois de cinco copos de vinho, o meu sentido de equilíbrio já não é o mesmo”.

Por outro lado, o sentido diz respeito ao entendimento ou à razão. Pode tratar-se de um modo particular de entender algo ou do conhecimento com que se executam certas acções: “O mandatário expressou, nesse sentido, que a decisão seria consensual com a oposição”, “Tens de ler com algum sentido para compreender o material”.

A razão de ser, a significação cabal ou a finalidade também estão relacionadas com o sentido: “O que estás a dizer não tem qualquer sentido para mim”, “A Marta saiu a correr sem sentido, pois jamais chegará a tempo”, “O cantor cometeu uma agressão sem sentido contra alguém que só o queria cumprimentar”.

As diversas acepções dos termos (“Esta palavra tem vários sentidos conforme o contexto”), aquilo ou aquele que expressa um sentimento (“Numa sentida homenagem, os seus companheiros despediram-se do caixão com aplausos”) e a orientação no espaço (“Tens de continuar a caminhar neste sentido para chegar à praia”) são outras situações que se podem mencionar através deste conceito.