Conceito de sexualidade




Jul 18, 12 Conceito de sexualidade

A sexualidade permite fazer referência ao conjunto das condições anatómicas, fisiológicas e psicológicas que caracterizam cada sexo. O termo também faz alusão ao apetite sexual (como uma propensão ao prazer carnal) e ao conjunto dos fenómenos emocionais e comportamentais relacionados com o sexo.

Antigamente, considerava-se que a sexualidade dos seres humanos e dos animais era instintiva. Os comportamentos sexuais eram portanto determinados biologicamente e todas aquelas práticas que não visavam a procriação eram consideradas contra-natura (contra a natureza).

A sexualidade, com o passar do tempo, foi adquirindo uma noção social e cultural. Sabe-se, nos dias de hoje, que exemplares de diversas espécies têm tendência para a homossexualidade, praticam diversas técnicas de masturbação ou, inclusive, incorrem em violações. Posto isto, os seres humanos e os animais desenvolvem as características da sua sexualidade de acordo com o meio que os rodeia.

Para a Organização Mundial da Saúde (OMS), a sexualidade humana abarca tanto as relações sexuais (o coito) como o erotismo, a intimidade e o prazer. A sexualidade é experimentada e expressada através de pensamentos, de acções, de desejos e de fantasias.

A heterossexualidade é a condição sexual mais habitual e consiste na atracção por pessoas do sexo oposto. Os homens heterossexuais sentem-se atraídos pelas mulheres, e vice-versa.

Na homossexualidade, em contrapartida, as relações têm lugar entre pessoas do mesmo sexo. Outra variante da sexualidade é a bissexualidade, onde o indivíduo se sente atraído tanto por pessoas do sexo oposto como por pessoas do mesmo sexo.