Conceito de sigla


Jul 07, 16

Uma sigla é uma palavra que se forma com as letras iniciais de uma frase ou de uma expressão. Em alguns casos, não são consideradas todas as palavras, mas só os termos mais importantes (substantivos, verbos e adjectivos). Deste modo, deixam-se de lado termos secundários (conjunções, preposições, etc.).

OEA é um exemplo de sigla: trata-se da sigla que corresponde à expressão Organização dos Estados Americanos. Como se pode observar, a sigla toma as letras iniciais de três palavras (Organização – Estados – Americanos) e omite a menção das outras duas palavras (a preposição “de” e o artigo “los”).

Outras siglas, em contrapartida, mencionam as letras iniciais de todas as palavras que compõem a expressão: PBI (Produto Bruto Interno), PME (Pequenas e Médias Empresas), TDT (Televisão Digital Terrestre), COI (Comité Olímpico Internacional) e RAE (Real Academia Espanhola) são alguns exemplos deste tipo de siglas.

Quando a sigla passa a pronunciar-se como se fosse uma palavra, é definida como acrónimo. Isso acontece com a mencionada sigla PME, que actualmente se escreve como tal, uma vez que se usa como substantivo. Deste modo, uma pessoa pode dizer “Tenho uma PME dedicada à produção de conteúdos audiovisuais”, fazendo referência ao facto de ser proprietária de uma firma pequena ou média.

Laser também é uma palavra que nasceu como sigla no idioma inglês (Light Amplification by Stimulated Emission of Radiation) e que se converteu num termo aceite pelos dicionários de língua portuguesa: “A intervenção é realizada com um laser”, “Recomendaram-me fazer sessões de depilação a laser”.