Conceito de sinal


Mai 02, 13

Sinal é um termo que deriva do latim signālis. Trata-se de uma marca, de um aviso ou de qualquer meio que informa, avisa ou adverte algo. Este aviso permite dar a conhecer uma informação, realizar uma advertência ou constituir-se como um lembrete.

Os sinais são convencionais; isto é, obedecem a certas características para que possam ser reconhecidas pela maior quantidade de pessoas possível. Devem ser colocados em lugares visíveis para estarem em condições de chamar a atenção.

Os sinais de trânsito, incluindo os semáforos, são aqueles que organizam e regulam a circulação dos veículos. Encontram-se nas ruas ou estradas, e assinalam a velocidade máxima permitida, a proibição da passagem, a obrigatoriedade de paragem e outras questões relacionadas com o trânsito.

Um sinal também pode ser um gesto que faz uma pessoa para avisar outra sobre uma una determinada circunstância. Este tipo de sinal pode ser feito através de um movimento de mãos (acenando) ou dos braços.

Para a física, um sinal é uma variação da corrente eléctrica ou de outra magnitude que se utiliza para transmitir informação. Exemplos: “O telefone não tem sinal”, “O sinal indica que o telefone está ocupado, neste momento”.

Um indício ou um vestígio que resta de algo também pode ser considerado um sinal: “Não há sinais que nos permitam supor que o assassino passou por este lugar antes de escapar”, “O canto das aves pode ser um sinal de uma iminente tempestade”, “O meu namorado continua sem dar sinal de vida: parece que, desta vez, ficou verdadeiramente aborrecido comigo”.