Conceito de sinartrose


Jul 11, 16

Sinartrose é o nome que recebe toda a articulação que careça de movimento. Convém recordar que, na área da anatomia, uma articulação é o enlace que existe entre um osso e outro ou entre um osso e uma cartilagem.

As articulações, por conseguinte, unem diferentes elementos do esqueleto e permitem o desenvolvimento de movimentos de tipo mecânico. É possível classificar as articulações de diversas maneiras: quando se classificam de acordo com a sua função, surge o conceito de sinartrose.

Neste sentido, uma sinartrose é uma articulação sem mobilidade. A articulação cujos movimentos são limitados tem o nome de anfiartrose, ao passo que as articulações com maior amplitude de movimento recebem a denominação de diartrose.

As sinartroses unem ossos através de um tecido fibroso. A sua mobilidade, deste modo, é determinada a partir da largura das fibras deste tecido. Pode-se encontrar sinartrose no crânio, unindo o temporal, o frontal, o occipital e o parietal.

Uma sinartrose carece de cavidade articular e de cápsula sinovial. Ao não ter movimento ou unicamente poder realizar movimentos bastante limitados, a sua função costuma estar relacionada com a protecção e a servir de suporte dos ligamentos e dos músculos. As sinartroses também são consideradas o ponto que permite o crescimento dos ossos.

Dependendo do tecido de suporte e ao tipo de união, pode-se dividir as sinartroses em sinfibrose, sinostose ou sincondrose. Entre as sinfibrose, por outro lado, distingue-se a sinfibrose harmónica, a sinfibrose escamosa, a esquindilese e a gónfose.