Conceito de síndrome




Abr 17, 12 Conceito de síndrome

Uma síndrome é o conjunto de sintomas que caracterizam uma doença ou o conjunto de fenómenos característicos de uma determinada situação.

Para a medicina, a síndrome é um quadro clínico com um certo significado. Graças às suas características, as quais actuam como dados semiológicos, possui uma certa identidade, com causas e etiologias particulares.

A título de exemplo, podemos mencionar a síndrome de Down, um defeito congénito originado pela presença de uma cópia extra do cromossoma 21 ou de parte do mesmo no organismo. Os sujeitos afectados por este distúrbio, igualmente conhecido como trissomia 21, sofrem de atraso mental, são propensos aos problemas cardíacos e apresentam facções características.

A síndrome de Asperger, por sua vez, é um distúrbio generalizado do desenvolvimento. As pessoas afectadas por esta síndrome apresentam deficiências na sua inteligência interpessoal (empatia), pelo que são incapazes de reconhecer os estados emocionais alheios.

A síndrome de abstinência é um conjunto de sintomas provocado pela redução ou pela suspensão da dose habitual de uma substância da qual se é dependente. É usual, por exemplo, no caso dos toxicodependentes que deixam de consumir.

Por fim, podemos destacar a síndrome de Estocolmo, que se produz quando uma pessoa sequestrada acaba por compreender e consentir as razões dos seus capturadores e estabelece um laço afectivo com eles. Recebeu esse nome pela situação que teve lugar na capital sueca em 1973; durante um assalto ao banco Kreditbanken, os delinquentes mantiveram como reféns os funcionários durante seis dias. Quando os sequestradores se entregaram, as câmaras captaram uma imagem em que uma das vítimas beijava o seu capturador. Posteriormente, durante o julgamento, os sequestrados defenderam os delinquentes.