Conceito de Soldadura


Set 29, 14

A primeira acepção do termo soldadura refere-se ao processo e ao resultado de soldar: estabelecer uma união sólida entre duas coisas com um material que é semelhante ou o mesmo que o delas. Num sentido mais amplo, soldar consiste em emendar ou reparar algo.

Uma soldadura, por conseguinte, implica a união de dois elementos: habitualmente, realiza-se através da fusão. É frequente que se acrescente um plástico ou um metal que, quando se funde, acaba por unir ambas as peças. Este material que se acrescenta faz que a união fique fixa ao arrefecer.

Para conseguir a fusão e realizar a soldadura, é possível recorrer a um laser, ao ultra-som, a uma chama gerada com gás, ao arco eléctrico ou a um processo de fricção, só para citar algumas das opções disponíveis.

É importante destacar que, pelas características do trabalho, deve-se ter diversas precauções na hora de fazer uma soldadura. As pessoas que se encarregam de soldar devem proteger os seus olhos e as suas mãos para evitar queimaduras e danos devido à luz ultravioleta. Às vezes, a soldadura também produz um fumo tóxico, uma particularidade que obriga a preservar as vias respiratórias.

A qualidade e a durabilidade da soldadura dependem de diversos factores. Entre eles podemos mencionar a concentração empregada na entrada de calor, o tipo de material que se acrescentou, o desenho outorgado ao empalme e ao método escolhido para realizar a soldadura.