Conceito de stress




Fev 24, 12 Conceito de stress

O conceito de stress (ou estresse) provém do termo inglês stress. Trata-se da tensão provocada por situações arrebatadoras, as quais criam reacções psicossomáticas ou transtornos psicológicos.

O stress é uma tensão física ou psicológica fora do habitual, que provoca um estado ansioso no organismo. O especialista que apelidou este termo foi o fisiologista e médico vienês Hans Selye (1907-1982), aliás, ex-director do Instituto de Medicina e Cirurgia Experimental da Universidade de Montreal. O seu trabalho de investigação “Stress: um estudo sobre ansiedade” foi publicado em 1950 e assentou as bases para o desenvolvimento do conceito.

Entre os factores que desencadeiam o stress, considerados stressantes, pode-se mencionar qualquer estímulo, podendo ser externo ou interno, que, directa ou indirectamente, propicia a desestabilização no equilíbrio dinâmico do organismo (homeostasia).

Entre os factores stressantes, constam as situações que obrigam a processar informação de forma instantânea, as percepções de ameaça, os estímulos ambientais prejudiciais, a alteração das funções fisiológicas (como as doenças ou as adições), o isolamento, a pressão no seio do grupo e a frustração.

Quanto aos sintomas gerais do stress, estes são numerosos: o estado de ansiedade/angústia, a sensação de opressão e de hipoxia aparente, a rigidez muscular, as pupilas dilatadas, a incapacidade de conciliar o sono (a insónia), a falta de concentração, a irritabilidade e a perda das capacidades para a sociabilidade.

Por fim, podemos mencionar que os especialistas já enumeraram várias características da personalidade que permitem resistir ao stress, como o sentimento de auto-eficácia, a força, o optimismo e o sentido de coerência.