Conceito de substantivo




Jan 28, 12 Conceito de substantivo

Um substantivo é uma classe de palavras que pode assumir a função de sujeito dentro de uma oração e que designa ou identifica um ser animado ou inanimado. Os substantivos podem ser nomes próprios (têm uma referência única. Por exemplo: “Juliana”, “Damião”, “Verónica”, “Coimbra”, “Angola”), nomes comuns concretos (fazem referência a um conjunto ou a uma classe de objectos ou seres: “cão”, “planta”, “avião”) ou nomes comuns abstractos (designam abstracções ou ideias: “amor”, “esperança”, “tristeza”).

Nas línguas romanas como o português, os substantivos variam consoante o género e o número. Noutros idiomas, como o chinês, por exemplo, os substantivos nunca variam. Há línguas em que até nem existem propriedades formais diferentes entre os substantivos e os verbos, como é o caso do nauatle.

A classificação dos substantivos depende portanto do idioma em questão. Na língua portuguesa, no que diz respeito ao género, é possível fazer a distinção entre os substantivos masculinos (costumam terminar em –o: “o menino”, “o urso”, “o cão”), os substantivos femininos (terminados geralmente em –a: “a menina”, “a ursa”, “a cadela”) e os substantivos neutros (os adjectivos substantivados: “o bom”, “o essencial”).

Referentemente ao número gramatical, os substantivos dividem-se em substantivos singulares (fazem referência a um único número de objectos: “cama”, “porta”), substantivos plurais (designam mais de um objecto: “camas”, “portas”) ou substantivos colectivos (têm formas de singular, mas fazem menção a um grupo de entidades: “matilha”, “cardume”).

Outra classificação dos substantivos está relacionada com o facto de se poder contar ou não os nomes. Os substantivos contáveis são aqueles que se podem contar (“três caramelos”, “dois automóveis”, “três mil pessoas”), ao passo que os substantivos não contáveis se referem a realidades impossíveis de contabilizar (“vento”, “felicidade”).