Conceito de taxa de mortalidade




Jul 21, 11 Conceito de taxa de mortalidade

A taxa de mortalidade é um indicador que reflecte o número de óbitos por cada 1000 habitantes de uma população num determinado período de tempo (geralmente, um ano). É habitual fazer-se referência a este índice demográfico como sendo a taxa bruta de mortalidade ou simplesmente como mortalidade.

A taxa de mortalidade está inversamente vinculada à esperança de vida no momento do nascimento: quanto maior é a esperança de vida, menor é a taxa de mortalidade. Os países em vias de desenvolvimento apresentam uma taxa de mortalidade mais elevada do que os países desenvolvidos.

Costuma-se considerar que a taxa de mortalidade é elevada quando excede os 30%; moderada quando se situa entre os 15% e os 30%; e baixa quando fica abaixo dos 15%. A nível mundial, a mortalidade relacionada com a malnutrição é a principal responsável pelas taxas de mortalidade mais elevadas.

Nos países desenvolvidos, em contrapartida, as principais causas da mortalidade são os tumores, as doenças do sistema circulatório e as doenças do sistema respiratório.

A taxa de mortalidade infantil, por sua vez, é o indicador demográfico que indica o número de óbitos por cada 1000 nascimentos de nados-vivos registados, durante o primeiro ano da sua vida.

A taxa de mortalidade específica, por fim, é uma proporção que indica quantas pessoas morrem por uma causa concreta num dado período de tempo. A intensidade da mortalidade permite que a taxa possa ser expressada por mil, por dez mil ou até por cem mil habitantes. Dá-se o nome de taxa de letalidade à proporção de pessoas que falecem por uma determinada doença entre os afectados pela mesma (que sofrem da mesma) num período e numa região específicos.