Conceito de telómero


Set 25, 16

O conceito de telómero é usado no âmbito da biologia relativamente às pontas dos cromossomas.
Os telómeros são as zonas que conferem estabilidade à estrutura dos cromossomas e que permitem o desenvolvimento da segmentação das células.

Trata-se de sectores repetitivos que apresentam ADN não codificante. Neste sentido, há que escalarecer que o cromossoma alberga duas classes de ADN. O ADN codificante é aquele que apresenta a informação que se encarregam de codificar as proteínas. Esse ADN está disperso no chamado ADN não codificante. Os telómeros contam com este fim ADN, o não codificante.

O Norte-americano Hermann Joseph Muller foi quem, nas primeiras décadas do século XX, verificou a existência dos telómeros. O avanço dos conhecimentos de genética molecular permitiu incrementar o saber relativamente a estes componentes dos cromosomas. Em 2009, três cientistas ganharam o Prémio Nobel de Medicina ao descobrir a telomerasa: uma enzima que se encarrega de sintetizar os telómeros.

Graças aos telómeros, os cromossomas não se aderem entre sí, algo que tem uma grande relevância na vida celular. Os telómeros, por outro lado, contribuem para o emparelhamento dos cromossomas homólogos na meiose, mais precisamente na profase.

É importante mencionar que diversas teorias vinculadas com a oncogénese (os estudos sobre os processos que derivam no desenvolvimento do cancro) e o envelhecimento afirmam que os telómeros determinam as quantidades de divisões celulares que se produzem até ao falecimento da célula.