Conceito de textura




Abr 03, 13 Conceito de textura

Do latim textūra, a textura é a disposição e a ordem dos fios numa tela. No sector têxtil, o termo também é usado para fazer referência à operação de tecer e à superfície de uma peça de roupa.

A nível geral, a textura está relacionada com a superfície externa de um corpo. Trata-se de uma propriedade que é captada através do sentido do tacto. A suavidade, a aspereza e a rugosidade são sensações que a textura transmite. Exemplos: “Adoro a textura desta camisa: é muito suave”, “A textura irregular do escritório prejudicou os meus traços”, “Estes cremes contribuem para suavizar a textura da minha pele”, “Os cegos conseguem ler graças à textura das folhas escritas em Braille”.

No âmbito da pintura, a textura prende-se com a agrupação de formas e cores que permitem perceber irregularidades numa superfície contínua ou plana. A textura, por conseguinte, dá um toque de realismo às obras.

Para a música, a textura é a forma em que se relacionam as vozes (sejam linhas melódicas vocais ou instrumentais) que intervêm numa peça musical. A monodia (quando existe uma única linha melódica), a homofonia (as vozes melódicas movem-se com os mesmos valores rítmicos, mas em diversas notas) e a heterofonia (variações ornamentais de uma mesma linha melódica) são algumas das texturas musicais.

Na informática, por último, uma textura é um mapa de bits que se usa para cobrir a superfície de um objecto virtual com um programa especial de gráficos.