Conceito de tráfico de influências


Out 30, 14

Do italiano traffico, o termo tráfico costuma referir-se ao movimento de veículos na via pública. A fluidez do tráfico, neste sentido, diz respeito à possibilidade de os carros, as motocicletas, os camiões, etc. se possam deslocar pela rua com normalidade. Quando há muito tráfico (ou trânsito), ocorrem congestões que impedem de avançar.

Tráfico, no entanto, pode referir-se ao trânsito de outras coisas, desde pessoas a objectos passando por questiones simbólicas. Por isso, também se pode falar da ideia de tráfico de influências.

Conhece-se como influência ao fluxo ou à preponderância que exerce algo ou alguém. Pode-se associar este conceito, desta forma, ao poder que uma pessoa tem sobre outra, o que lhe permite actuar sobre os seus pensamentos e condutas.

O tráfico de influências acontece quando um sujeito que tem um certo poder ou autoridade dentro do governo recebe dinheiro para influir em decisões que favoreçam a quem paga. Suponhamos que o Estado abre uma licitação para construir um hospital. Uma empresa X pretende ganhar essa licitação e paga ao deputado Z para que exerça a sua influência e mude o resultado do processo a seu favor.

Esta prática é considerada como um delito em muitos países. Há que esclarecer, no entanto, que o lobby é uma actividade semelhante que não se encontra castigada. Aqueles que fazem lobby procuram influenciar e convencer os dirigentes políticos sobre diversos assuntos, agindo em eventos, reuniões, etc. Há empresas que contratam pessoas influentes para que façam lobby a seu favor ante os governantes.