Conceito de turbulência


Out 30, 16

A ideia de turbulência, que deriva do latim turbulentĭa, refere-se à condição daquilo que é turbulento (desordenado, agitado ou turvo). O conceito é usado relativamente ao efeito que as correntes de ar exercem sobre uma aeronave.

Pode-se dizer que um avião atravessa uma zona de turbulências ou que sofre uma turbulência quando se move violentamente pelas alterações de velocidade e de direcção das correntes de ar. Apesar de o fenómeno ser temido por muitas pessoas, as aeronaves actuais têm a capacidade de suportar sem problemas estas acções da natureza.

Estas turbulências podem ter diferentes origens. A turbulência aparece quando o movimento das partículas de ar é desordenado e se formam remoinhos ou torvelinhos. A causa deste fenómeno podem ser as nuvens que aparecem na vertical ou a mudança brusca da velocidade e a direcção do vento, só para citar duas possibilidades.

As turbulências mais intensas fazem que um avião altere a sua altitude e a sua velocidade. Por isso, no interior se sente que a aeronave é “sacudida” e que os objectos se movem. Além do mais, caminhar pelo passeio é impossível.

A noção de turbulência também pode mencionar a agitação da água ou de outros fluidos. Por exemplo: “Navegar esta manhã é uma actividad de alto risco tendo em conta a turbulência da água”, “Quando o molho começou a ferver, a turbulência fez com que saltasse a tampa da panela”, “A turbulência atirou-me da canoa para a água”.

O termo turbulência, por último, pode estar relacionado com o desconcerto ou desordem: “A renúncia do funcionário de Estado gerou algumas turbulências, mas iremos recuperar logo o normal funcionamento do município”.