Conceito de UNESCO


Abr 03, 12

UNESCO é o acrónimo de “United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization” (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura). Trata-se de um organismo da ONU que foi fundado em 1945 e cuja sede social se encontra em Paris (França).

A UNESCO dedica-se a ajudar as nações a gerirem o seu desenvolvimento através da preservação dos recursos naturais e culturais. O objectivo é que cada povo possa modernizar-se e inserir-se no panorama mundial sem perder a sua própria identidade.

Das diversas missões a que se propõe a organização, destacam-se a formação de docentes, a construção e o equipamento de escolas, a preservação do património cultural e o fomento da liberdade de expressão.

A UNESCO encarrega-se de nomear e confirmar todos os sítios que são declarados Património da Humanidade. O programa conta com o apoio de 184 países e visa principalmente na preservação e na divulgação de lugares de relevância natural ou cultural excepcional, que se consideram como parte da herança comum da Humanidade e que devem ser protegidos para as próximas gerações.

Actualmente, existem 936 bens declarados pela UNESCO como sendo Património Mundial. A Itália e a China são dois dos países que reúnem uma maior quantidade dos referidos sítios. A Alhambra (Espanha), o Mosteiro de Alcobaça (Portugal), o Palácio de Versalhes (França), a Acrópole de Atenas (Grécia), o Centro Histórico de Roma (Itália), a Abadia de Westminster (Reino Unido), o Kremlin (Rússia), a Estátua da Liberdade (EUA), a Cidade Antiga de Havana (Cuba), a Área de conservação do Pantanal (Brasil) e as Ilhas Galápagos (Equador) são alguns dos bens incluídos na lista da UNESCO.