Conceito de violência




Fev 25, 11 Conceito de violência

Do latim violentĭa, a violência é a qualidade daquilo ou daquele que é violento ou a acção e efeito de violentar outrem ou violentar-se. O violento, por sua vez, é aquele que está fora do seu natural estado, situação ou modo; executado com força, ímpeto ou brutalidade; ou que o faz contra o gosto ou a sua própria vontade.

A violência é portanto um comportamento deliberado que pode causar danos físicos ou psíquicos ao próximo. É importante ter em conta que, para além da agressão física, a violência pode ser emocional através de ofensas ou ameaças. Como tal, a violência pode causar tanto sequelas físicas como psicológicas.

Através da violência procura-se impor ou obter algo pela força. Existem muitas formas de violência que são castigadas como delitos por lei. Em todo o caso, é importante ter em conta que o conceito de violência varia consoante a cultura e a época.

Há sociedades em que, por exemplo, a mulher é obrigada a casar-se com o homem ao qual lhe foi prometida ou vendida, que é algo que, para o mundo ocidental, constitui uma forma de violência contra o sexo feminino.

Por outro lado, existem manifestações violentas que são aprovadas pela lei e pelo Estado. Por exemplo, a pena de morte é legal em numerosos países democráticos, como é o caso dos Estados Unidos da América. Porém, muitas associações civis consideram que todo o assassinato (seja legal ou não) é uma violação dos direitos humanos.

Por fim, convém relembrar que Mahatma Gandhi, que é um dos principais ícones a favor da não-violência e do pacifismo, chegou a reconhecer que não há ninguém que esteja completamente livre de violência, já que esta é uma característica inata dos seres humanos.