Conceito de volume




Out 03, 11 Conceito de volume

Do latim volūmen, o conceito de volume permite referir-se à corpulência ou ao vulto de algo. Por isso, refere-se à magnitude (ou grandeza) física que expressa a extensão de um corpo em três dimensões (comprimento, largura e altura). No Sistema Internacional (S.I.), a sua unidade é o metro cúbico (m3).

O volume também é a intensidade do som e o corpo material de um livro impresso ou escrito à mão. Para a geometria, trata-se do espaço ocupado por um corpo, ao passo que para a numismática, corresponde à grossura/espessura de uma moeda ou de uma medalha.

Enquanto magnitude física, existem três tipos de unidades de volume: as unidades de volume sólido (medem o volume de um corpo através de unidades de longitude/comprimento elevadas à terceira potência), as unidades de volume líquido (criadas para medir o volume que ocupa um líquido dentro de um recipiente) e as unidades de volume de áridos (medem o volume que ocupam as colheitas quando armazenadas em silos e celeiros).

No que diz respeito ao som, o volume é a percepção subjectiva do ser humano relativamente à potência. A intensidade do som é definida de acordo com a quantidade de energia (potência acústica) atravessada por segundo numa superfície. Quanto maior for a potência, maior será o volume. Não se deve confundir volume com sonoridade, pois esta é a percepção subjectiva da intensidade.

O nível de volume é medido em decibéis (dB), que é uma unidade logarítmica. Por convenção, ficou acordado que o limiar de audição de 0 dB equivale a um som com uma pressão de 20 micropascais.