Conceito de acento


Set 20, 17

Acento, que provém do latim accentus, é a articulação da voz que permite ressaltar, através da pronunciação, uma sílaba de uma palavra. A distinção detecta-se através do uso de um tom mais elevado ou com maior intensidade.

Existem diferentes tipos de acento, como o grave, agudo e circunflexo.
Os acentos permitem fazer a distinção entre as palavras através da pronunciação e implicam, na escrita, o uso de um sinal gráfico. Desta forma, é feita uma distinção entre as sílabas tónicas e as sílabas átonas que contribuem para distinguir dois significados.

Vejamos o exemplo dos termos “para” e “pára”. Quando este dissílabo se escreve com acentro, trata-se do verbo “parar”: “Pára a máquina para me conseguires ouvir”. Em contrapartida, na ausência de acento, trata-se nesse caso de uma preposição: “Para o aeroporto, siga em frente até encontrar um cruzamento. Aí, vira na segunda à esquerda”.

Os acentos permitem marcar a sílaba tónica das palavras, isto é, aquela que mais se destaca na pronunciação: “Que tédio! Estou há imenso tempo à espera que passe um autocarro.”

Em português, existem palavras esdrúxulas (quando a sílaba tónica corresponde à antepenúltima), graves (quando a sílaba tónica corresponde à penúltima) e agudas (quando a sílaba tónica corresponde à última).