Conceito.de

Conceito de talude

O vocábulo francês talus chegou à nossa língua sob a designação de talude. O termo refere-se à pendente/ao declive que regista o paramento de uma parede ou de uma superfície. A ideia de paramento, por sua vez, diz respeito às faces de um muro.

Para a engenharia e a arquitectura, o talude é a diferença que existe entre a grossura/espessura do sector inferior do muro e a grossura do sector superior, criando uma pendente. Isto permite que o muro consiga resistir a pressão que exerce a terra atrás dele.

Analisar a estabilidade do talude é indispensável para o desenvolvimento de um projecto arquitectónico ou de engenharia civil. Um desnível e a natureza dos materiais podem ameaçar essa estabilidade.

Para proteger um talude, pode-se recorrer a diversas técnicas de acordo com o tipo de obra. O revestimento com pedra ou concreto e a plantação de certas pratas são algumas das possíveis medidas.

Cabe destacar que, para a geologia, um talude é um cúmulo de troços/fragmentos de rocha/pedra que se faz na encosta de um vale ou na base de um acantonado. Em geral, apresentam um aspecto côncavo, orientado para cima.

O talude continental, por último, é a estrutura natural submarina que se estende desde a chamada plataforma continental até uma profundidade de cerca de 2.000 metros ou mais. Trata-se de uma zona em declive onde se acumulam sedimentos resultantes dos continentes.

A pendente do talude continental situa-se entre os 5º e os 7º. Verificaram-se, de qualquer maneira, taludes continentais com mais de 50º de inclinação.