Conceito.de

Conceito de simetria

Simetria é uma noção que provém do latim symmetrĭa, apesar de este vocábulo ter origem na língua grega. O termo é usado relativamente à correspondência que se regista na posição, no tamanho e na forma das partes que compõem um todo. Bilateral, por sua vez, é aquilo que se liga às duas partes ou aos dois lados de algo.

No contexto da biologia, a simetria menciona a disposição ideal do corpo e das suas partes relativamente a um plano, um centro ou um eixo. O conceito de simetria bilateral contempla um plano único (o plano sagital), que provoca a divisão corporal em duas metades que, na teoria, são idênticas.

A simetria bilateral, deste modo, implica a divisão do organismo numa metade direita e uma metade esquerda, separadas por um eixo. Se tomássemos um plano frontal (perpendicular) em vez do plano sagital, o corpo ficaria dividido numa metade ventral e numa metade dorsal.

Relativamente à dita simetria naquilo que é o corpo cumpre-nos dizer que tem grande protagonismo o chamado homem de Vitruvio. Trata-se de um desenho realizado no ano de 1490 pelo génio Leonardo da Vinci, que deixa claramente patente a mesma e também o conjunto de proporções do corpo do homem.

As espécies que dispõem de simetria bilateral recebem a classificação de bilaterais. Nesses animais, o organismo é simétrico relativamente ao plano sagital. Nestes casos, os lados do corpo são idênticos apesar de a metade inferior e a metade superior apresentarem notáveis diferenças.

Não menos interessante é conhecer outra série de dados referentes aos seres vivos que dispõem de simetria bilateral, entre os quais se encontram estes:
-considera-se que uma diferença clara que identifica os animais que contam com a mesma é que possuem órgãos e sistema de órgãos.
-Fica estabelecido que os seres vivos que se caracterizam por ter a mesma se encontram destacados dentro daquilo que seria um nível superior, ficando determinado que conseguiram ter um desenvolvimento de órgãos e tecidos mais notável que aqueles que não a possuem.
-Concretamente, os animais que têm este tipo de simetria classificam-se, por regra geral, em três: os pseudocelomados, os celomados e os acelomados.
-É interessante saber que existem certos animais que possuem a particularidade de que, embora à partida tenham a simetria que nos importa, depois, à medida que se vão desenvolvendo, a mesma desaparece em vez de outra. Este seria o caso, por exemplo, da estrela-do-mar ou dos ouriços que a começam por ter ouriços que começam a crescer a desenvolver-se, transformando-se numa simetria pentarradial de tipo secundário.

É importante destacar que a simetria bilateral contribui para a cefalização e o desenvolvimento de um sistema nervoso central. Deste modo, esta simetria está relacionada com a formação de uma cabeça que se converte no centro do referido sistema nervoso.
Cabe destacar que muitas espécies vegetais também têm simetria bilateral, como acontece com a orquídea.

ÚLTIMAS DEFINIÇÕES

Conceito de

estrume

O primeiro significado de estrume mencionado pela Michaelis em seu Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa alude aos...

Conceito de

estiva

No âmbito da marinha, estiva é o processo que consiste em depositar, da forma mais conveniente, uma carga em uma embarcação....

Conceito de

estaca

Uma estaca é um pau com uma extremidade afiada. Graças a esta particularidade, é um elemento com diferentes utilizações, uma...

Conceito de

esquimó

Esquimó é o nome dado a um povo cujos membros residem na região ártica da América do Norte, Ásia e Groenlândia. De acordo...

Conceito de

arrepiante

O adjetivo arrepiante é usado para qualificar o que arrepia: ou seja, estremece, horroriza ou provoca espanto. O arrepiante gera...

Conceito de

estabelecer

O vocábulo latino “stabiliscĕre”, frequentativo de “stabilīre” que significa tornar estável. Este...

Conceito de

esqueleto

O termo grego “skeletós”, que pode traduzir-se como corpo ressequido, esqueleto chegou ao francês como...

Conceito de

esporádico

O vocábulo grego “sporadikós” que pode ser traduzido como disperso, chegou ao nosso idioma como esporádico....

ARQUIVOS