Conceito.de

Conceito de rapina

É no latim que se encontra a origem etimológica do termo rapina, podendo-se traduzir por “roubo” ou “pilhagem” e que é formada por duas partes:
-O verbo “rapere”, que significa “arrebatar” ou “roubar”.
-O sufixo “-ina”, que é usado para indicar “qualidade ou acção”.

Rapina é um termo que se refere a um determinado delito que se comete de forma violenta. Pode-se tratar de um furto, com delinquentes que actuam com rapidez. Exemplos: “O comerciante foi ferido ao sofrer uma rapina enquanto se dirigia para a sua loja”, “O jovem confessou a rapina e foi sentenciado a dois meses de cadeia”, “Quatro pessoas foram detidas pela rapina num centro comercial”.

A noção também é usada num sentido mais figurado para mencionar empresas ou investidores que, aproveitando-se de uma situação económica determinada, ficam com recursos, pagando um preço inferior àquele que, na realidade têm. O conceito pode aplicar-se, por outro lado, para evocar a acção que consiste em extrair riqueza de um certo sector até o esgotar:

“Esta nação sofreu a rapina económica dos grandes grupos de poder internacional durante mais de uma década”, “Devemos proteger estas terras da rapina das empresas multinacionais, que destroem o meio ambiente e levam milhões de dólares”.
As aves de rapina, por outro lado, são aquelas que caçam para se alimentar da carne das suas presas. Estes animais têm garras de grande tamanho e bico afiado que lhe permite dominar outras espécies e desgarrar a carne. O falcão, o abutre, a águia e o condor são espécies de ave de rapina.

As aves de rapina dividem-se fundamentalmente em dois grandes grupos:
-Diurnas ou falconiformes, como podem ser a águia, os açores, o falcão ou o abutre. Este conjunto divide-se, por sua vez, em cinco classificações: pandiónidos, sagitáridos, catartídeos, accipitrídeos e falconídeos.
-Nocturnas. Este grupo divide-se em dois: os titónidos, entre os quais se encontram as corujas, e os estrigidos, como seria o caso dos mochos.

Algumas aves de rapina também são detritívoro: isto significa que se alimentam de carne em decomposição (animais já mortos, que não foram caçados por ela).

Para além de tudo o que foi exposto, há que esclarecer que também existe o verbo rapinar, que se utiliza em referência a furtar ou tirar algo a alguém de uma forma inesperada.

ÚLTIMAS DEFINIÇÕES

Conceito de

colchão

O termo colchão refere-se a um elemento de forma retangular fabricado com materiais elásticos ou macios e que, localizado em...

Conceito de

coenzima

Coenzimas são componentes de enzimas. São substâncias orgânicas não proteicas que participam de reações catalisadas por...

Conceito de

colapso

O termo latino “collābi” que pode ser traduzido como cair, derivou na palavra “collapsu”. Essa palavra...

Conceito de

colágeno

O colágeno é uma proteína encontrada nos ossos, cartilagens e tecido conjuntivo. Secretado por certas células e presente em...

Conceito de

coincidência

Coincidência é o ato e o resultado de coincidir: acontecer ao mesmo tempo, estar de acordo, convergir. Coincidência também...

Conceito de

coexistência

Coexistência é a situação que ocorre quando um sujeito ou uma coisa existe ao mesmo tempo que outro ou outra. Coexistir, em...

Conceito de

foguete

A palavra foguete é um conceito que tem vários significados em nossa língua. Um foguete pode ser um dispositivo que se desloca...

Conceito de

coifa

O termo coifa provém do latim tardio “cofĭa” e faz referência a um tocado pequeno e de cor branca utilizado pelas criadas,...

ARQUIVOS