Conceito de pontaria


Ago 30, 15

Pontaria é um termo que procede de ponteira. Trata-se daquilo que faz uma pessoa quando direcciona uma arma para o alvo que pretende acertar. O conceito está relacionado tanto com essa acção propriamente dita como ao como ao rumo para onde se aponta e a capacidade de o sujeito em acertar.

Exemplos: “Comecei a praticar tiro há várias semanas, mas ainda preciso de melhorar a minha pontaria”, “Deves corrigir a pontaria se pretendes acertar o alvo”, “Para ser polícia, tens de ter uma grande pontaria e muita responsabilidade”.

A pontaria, que se associa à precisão, não só está ligada com o disparo de uma arma de fogo. Em muitos desportos, é necessário ter uma boa pontaria para poder conseguir pontos. Peguemos no exemplo do basket (ou basquetebol): o jogador que atira a bola para o cesto a uma longa distância deve ter uma grande pontaria para conseguir encestar e, desta maneira, marcar (e somar) pontos para a sua equipa.

Um futebolista que executa um tiro livre também deve contar com boa pontaria. Isso permite-lhe superar a barreira de jogadores adversários e acertar a baliza, colocando a bola num lugar distante de onde se encontra o guarda-redes.

Apesar de os grandes jogadores de futebol raramente exporem as suas fraquezas tal como o fazem os amadores, isso não significa que não devam treinar duramente ou aperfeiçoar cada aspecto da sua técnica. A pontaria é um dos aspectos essenciais, uma vez que se requer em qualquer momento durante um jogo: para fazer um passe, para dar um remate livre ou um pontapé para a baliza, mas também na hora de apanhar a bola é importante compreender os movimentos do adversário para se antecipar quanto à trajectória.

Noutros termos, digamos que é tão importante ter boa pontaria quando temos a bola em jogo como sabermos a qualidade da do adversário quando devemos tirar-lhe a bola ou dar um remate para a baliza. Para além do talento e da intuição, existem diversos truques que nos podem ajudar a melhorar a pontaria no futebol.

A ideia de pontaria, por outro lado, é usada em sentido figurado em referência àquilo que se produz por casualidade, especialmente quando existem poucas probabilidades de que isso aconteça: “Liguei para o meu chefe para lhe dizer que me sentia mal e depois fui dar um passeio até à praia. Mas tive tanta pontaria que me cruzei com a sua esposa e os seus filhos”.