Conceito.de

Conceito de transtorno de personalidade

Um trastorno de personalidade está determinado por um conjunto de afecções psiquiátricas que alteram o normal desenvolvimento das relações interpessoais. Embora a sua causa não possa ser determinada com exactidão, os especialistas falam da existência de diversos factores genéticos e ambientais que contribuem para o seu desenvolvimento.

A personalidade é um padrão complexo de características psicológicas que definem um individuo. A partir da sua personalidade, uma pessoa dá significado ao seu meio, constrói a sua própria imagem e interage com o meio. Ao sofrer de um trastorno de personalidade, o indivíduo não se consegue adaptar às diferentes situações da vida quotidiana, já que a sua personalidade se torna inflexível e funciona de forma distorcida.

Os dois principais componentes da personalidade são o temperamento (que é inato e não se pode modificar mas sim controlar) e o carácter (que se forma com a experiência). As falhas no desenvolvimento da pessoa incidem no temperamento e no carácter e podem dar origem a um trastorno de personalidade.

A ansiedade, a depressão, o elevado nível de stress e os ataques de pânico podem ser sintomas destes transtornos.

De entre os distintos tipos de transtornos da personalidade destacaremos os transtornos anti-sociais, histriónicos, obsessivo-compulsivos, evasivos, narcisistas, esquizóides e paranóicos.

Os especialistas dividem estes transtornos em três grandes tipos: Grupo A, onde incluem os distúrbios excêntricos; Grupo B, que abarca as perturbações dramáticas, emocionais ou erráticas; e o Grupo C, no caso dos transtornos ansiosos ou temerosos.

O tratamento dos transtornos de personalidade inclui as psicoterapias e o uso de fármacos. A prescrição de remédios varia consoante o tipo de transtorno e a reacção do paciente.