Conceito de fisiologia




Dez 01, 11 Conceito de fisiologia

A fisiologia é a ciência cujo objecto de estudo se prende com as funções dos seres orgânicos. O termo deriva do vocábulo latim physiologĭa (“conhecimento da natureza”), ainda que este tenha origem grega.

Graças à utilização de princípios das ciências exactas, a fisiologia trata de estudar as interacções dos elementos básicos do ser vivo com o seu meio envolvente. O seu objectivo principal consiste em compreender os processos funcionais dos organismos vivos e todos os seus elementos.

É possível fazer a distinção entre a fisiologia humana (ou animal) e a fisiologia vegetal. A fisiologia humana e a fisiologia animal estão relacionadas, tendo em conta que, graças aos testes realizados com animais, têm registado progressos a nível do conhecimento sobre os seres humanos.

Neste tipo de fisiologia, os especialistas têm por base a homeostasia (“posição similar” ou “estabilidade similar”) para descrever a persistência das condições constantes no meio interno. Esta constância é produzida pelas funções dos órgãos e dos tecidos.

A fisiologia vegetal, por sua vez, foca-se na análise do funcionamento dos tecidos e dos órgãos das plantas. Um dos processos centrais desta fisiologia é a fotossíntese, que consiste na utilização da luz para converter a matéria inorgânica do meio externo em matéria orgânica que se utiliza no desenvolvimento.

Os organismos que desenvolvem a fotossíntese chamam-se fotoautotróficos (capazes, para além de fixarem o dióxido de carbono atmosférico) ou autotróficos. O processo de fotossíntese nos vegetais implica a libertação de oxigénio para a atmosfera, contribuindo assim para a vida humana e a diminuição da contaminação (poluição).