Conceito.de

Conceito de anatomia

Escutar o artigo

Anatomia é a ciência ou área que se encarrega de estudar a estrutura do corpo. O termo deriva de forma indireta do grego “anatome”, o qual é formado por “ana”, que significa “partes”, e “tome”, que significa “corte”. Já em latim o termo seria o equivalente a “dissecare”, sendo que “dis” significa “separadamente” e “secare” significa “cortar”. É através do método científico da dissecação que tal estudo se realiza.

anatomia - sistema do corpo humano
Anatomia – sistema do corpo humano

E ao estudo das partes que são visíveis ou não microscópicas do corpo dá-se o nome de anatomia geral. Nisso estão compreendidas as partes do corpo que não podem ser visíveis na superfície, contudo podem ser vistas através de outros métodos, a exemplo dos raios-x, varreduras ou também pela dissecção.

Na anatomia são considerados forma e disposição dos órgãos de seres orgânicos. Desse modo, anatomia foca na aparência, na forma que possui as distintas estruturas do corpo e em diferentes níveis.

Para os profissionais da área da saúde essa ciência trata-se de algo básico e fundamental para sua formação. A anatomia, que realiza um estudo microscópico ou macroscópico, é uma área de estudo de cursos como medicina e biologia, com o aprendizado sobre o funcionamento e localização de cada uma das partes do corpo de um ser vivo.

E ela é ministrada logo nos primeiros semestres do curso (graduação), sendo que isso acontece em todas as instituições de ensino superior.

Anatomia e fisiologia

Muitos confundem anatomia com fisiologia, mas elas são distintas, apesar de ambas estarem intimamente relacionadas. Enquanto a anatomia se concentra na forma, a fisiologia se concentra na função, por exemplo: a mão consegue segurar objetos (função) por conta da mobilidade, comprimento e forma dos dedos (forma).

Quando se utiliza a expressão “fazer a anatomia” ela refere a abrir o corpo cirurgicamente e analisar as partes do mesmo, realizando, assim, o chamado processo de dissecção. Por exemplo: “fazer a anatomia do coração”, “fazer a anatomia dos rins”.

anatomia
O esqueleto humano

Divisões de grupos da anatomia

A Anatomia é ainda subdividida em grupos como: anatomia macroscópica, anatomia microscópica e também anatomia do desenvolvimento.

Sobre a anatomia macroscópica, ela é a que estuda a estruturas que podem ser observadas a olho nu, podendo utilizar distintos recursos tecnológicos para isso. Ela ainda possui duas divisões, sendo: Anatomia Regional e Anatomia Sistêmica.

Na Anatomia Regional, que complementa a anatomia humana, descreve-se os dados anatômicos macroscópicos de acordo com as grandes divisões naturais do corpo (membro superior e inferior, cabeça e pescoço, tórax, abdômen e a pelve). Enquanto que na Anatomia Sistêmica faz-se uma abordagem conforme o conjunto de órgãos que possui a mesma função básica.

Por conseguinte, a Anatomia Microscópica é aquela que possui relação com as estruturas corporais que não podem ser vistas a olho nu, necessitado utilizar algum instrumento para ampliação, tal como microscópios ópticos e eletrônicos ou mesmo lupa. E esse grupo é também dividido e em dois, sendo: citologia, que se encarrega de estudar a célula, e histologia, que estuda os tecidos e a organização desses para a formação de órgãos.

Por fim, a anatomia do desenvolvimento é aquela que se ocupa de estudar o desenvolvimento do ser vivo, desde a fertilização até a sua forma adulta. E ela envolve ainda a embriologia, que estuda o desenvolvimento até o nascimento.

Anatomia comparada

A anatomia comparada visa o estudo das semelhanças e das diferenças que existem entre as estruturas anatômicas de duas ou mais espécies a fim de determinar qual é o seu grau de parentesco. Com a ajuda dessa é possível entender a razão de uma espécie sofrer modificações e também analisar elementos que dizem respeito a evolução e/ou adaptação dessa espécie, visando sua sobrevivência num dado ambiente.

E a anatomia comparada analisa órgãos homólogos e análogos, assim como também compara os órgãos vestigiais.

Na segunda metade do século XVII surgiram as lupas e os compostos microscópicos que contribuíram para o desenvolvimento da pesquisa anatômica, sendo esses utilizados em estudos biológicos.

Posição anatômica

É chamada de posição anatômica ou posição de estudo anatômico a posição que é usada de forma cientifica a fim de estudar o corpo humano.

Nessa posição, o indivíduo deve estar de pé e com a face direcionada para a frente, devendo olhar para o horizonte. Os braços desse indivíduo precisam estar estendidos ao longo do seu corpo e ele precisa também direcionar as palmas das mãos para frente e suas pernas estarão juntas, com os pés direcionados para frente.

Uso do termo em sentido figurativo

Há também o uso desse termo em sentido figurativo, nesse caso servindo para descrever uma análise feita em detalhes, por exemplo: “agora comecemos a fazer a anatomia do texto” ou também usado para descrever quando alguém possui uma boa estrutura corporal: “aquela moça possui uma bela anatomia”.

Citação

SOUSA, Priscila. (23 de Fevereiro de 2022). Conceito de anatomia. Conceito.de. https://conceito.de/anatomia