Conceito.de

Conceito de músculos

Do latim muscŭlus, um músculo é um órgão formado por fibras contráteis (fibras musculares). Podem estar relacionados com o esqueleto (os músculos esqueléticos) ou fazer parte da estrutura de órgãos ou aparelhos (os músculos viscerais).

O corpo humano tem cerca de 650 músculos de distintos tipos, os quais estão revestidos por uma membrana conhecida como aponeurose. Os músculos são os órgãos que melhor se adaptam, tendo em conta que a sua forma e o seu conteúdo se podem modificar substancialmente. Através do exercício físico, por exemplo, os músculos podem desenvolver-se e fortalecer-se.

Os músculos cumprem várias funções. Compete-lhes produzir movimento, oferecer estabilidade articular, manter a postura, converter a energia mecânica em química, proporcionar calor, estimular os vasos sanguíneos e informar acerca do estado fisiológico do corpo, entre outras atividades.

Quanto à sua localização, os músculos podem ser cutâneos (encontram-se imediatamente debaixo da pele) ou profundos (têm, pelo menos, uma inserção óssea). Relativamente à sua forma, existem os músculos circulares e os músculos quadrados.

Temos ainda os músculos da face, tais como o epicrânio, o músculo temporoparietal, o gálea aponeurótica, orbicular do olho, corrugador de supercílio, prócero, nasal (músculo transverso do nariz), depressor de septo, auricular anterior, auricular superior, auricular posterior, levantador do lábio superior, levantador do lábio superior e asa do nariz, levantador do ângulo da boca, zigomático maior, zigomático menor, músculo risório, músculo depressor do lábio inferior, bucinador, mentoniano, depressor do ângulo da boca, transverso do mento e orbicular da boca.

Outra classificação dos músculos existe relativamente à sua natureza. Neste caso, pode-se falar dos músculos estriados (de controlo voluntário e de contração bastante lenta), músculos lisos (controlados de forma involuntária, não contêm estrias) e músculos cardíacos (de controlo involuntário e natureza estriada modificada).

Em resumo, as funções dos músculos do corpo humano são: dar estabilidade para o corpo, fornecer auxílio nos movimentos e também fazer o preenchimento do corpo. Ou seja, os músculos são necessários para fazer a contração e a distensão das células corpo, uma vez que são tecidos que fazem a ligação entre os ossos e o sistema nervoso.

Para entender a ligação entre os músculos e o sistema nervoso, devemos entender primeiro que os músculos são tecidos que possuem fibras musculares e essa fibras são a responsáveis por permitir que os músculos se contraiam e hajam movimentos.

E essas fibras são controladas pelo sistema nervoso, ele é quem fica a cargo de receber as informações e enviar os estímulos para os músculos.

Miologia é a área da anatomia que estuda os músculos. Por meio dela sabe-se quais os músculos existentes e em qual parte do corpo estão localizados. Dá-se o nome de “sistema muscular” ao sistema composto por diferentes músculos do corpo humano.

Os músculos podem sofrer diversas doenças, chamadas miopatias. Estes distúrbios podem ter diversas causas e devem ser tratados de diferentes formas. Entre os quais se destacam as distrofias musculares, as atrofias, as miopatias inflamatórias, a miastenia e certos tumores.

O termo músculo também pode ser usado quando se deseja falar sobre a carne bonina, por exemplo: “nesse receita usaremos 2 quilos de músculo de boi”.

ÚLTIMAS DEFINIÇÕES

Conceito de

estrume

O primeiro significado de estrume mencionado pela Michaelis em seu Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa alude aos...

Conceito de

estiva

No âmbito da marinha, estiva é o processo que consiste em depositar, da forma mais conveniente, uma carga em uma embarcação....

Conceito de

estaca

Uma estaca é um pau com uma extremidade afiada. Graças a esta particularidade, é um elemento com diferentes utilizações, uma...

Conceito de

esquimó

Esquimó é o nome dado a um povo cujos membros residem na região ártica da América do Norte, Ásia e Groenlândia. De acordo...

Conceito de

arrepiante

O adjetivo arrepiante é usado para qualificar o que arrepia: ou seja, estremece, horroriza ou provoca espanto. O arrepiante gera...

Conceito de

estabelecer

O vocábulo latino “stabiliscĕre”, frequentativo de “stabilīre” que significa tornar estável. Este...

Conceito de

esqueleto

O termo grego “skeletós”, que pode traduzir-se como corpo ressequido, esqueleto chegou ao francês como...

Conceito de

esporádico

O vocábulo grego “sporadikós” que pode ser traduzido como disperso, chegou ao nosso idioma como esporádico....

ARQUIVOS